June 23, 2021

Ainda que todos os seus colegas de trabalho já tenham sido vacinados, Víctor Campos, vizinho de Nacimiento, esperou até o último momento para se vacinar. Como disse, “por teimosia” perdeu a oportunidade oferecida pelo trabalho de receber a vacina com os seus colegas. No entanto, vendo que seu pai estava infectado com coronavírus, ele decidiu tomar a primeira dose. “Agora eu percebo que as doses funcionam, porque meu pai teve coronavírus. E o que foi que o salvou? Foram as duas vacinas, porque ele tem problemas cardiorrespiratórios e isso não o afetou”, compartilhou. 

Campos disse que foi se vacinar motivado pela família, porque tem filhos pequenos e quer protegê-los. Foi inoculado em uma das duas instalações que a CMPC cedeu ao Serviço de Saúde Biobío para convertê-las em centros de vacinação contra covid, gripe e vacinação escolar completa. A empresa firmou convênio com as prefeituras de Nacimiento e Los Angeles para equipar o ginásio da fábrica da CMPC em Santa Fé (onde Campos foi vacinado) e os antigos escritórios da Forestal Mininco, respectivamente.

Embora o acordo tenha tido uma prorrogação inicial de três meses, durante o dia desta sexta-feira, 18 de junho, foi anunciado que as duas casas renovarão seu funcionamento por prazo indeterminado. O objetivo da extensão do acordo é atingir o maior número possível de pessoas inoculadas em ambas as comunas, com especial enfoque nos grupos de pessoas que perderam o prazo de receber sua vacina. Para atingir este objetivo, Felipe Alveal, Subgerente de Assuntos Corporativos das Empresas CMPC, disse: “Estamos renovando este compromisso, por um período indeterminado, no sentido de facilitar este espaço até que o objetivo seja cumprido e com a meta esperada pelas autoridades a nível local em relação à vacinação”.

Assim como Víctor Campos, outras pessoas perderam a oportunidade de se vacinar quando podiam fazê-lo de acordo com o calendário de vacinação. Claudia Aillón, chefe da secretaria municipal de saúde de Nacimiento, explicou que, embora 67,7% (14.337 pessoas) da população-alvo da região tenham sido vacinadas com as duas doses, há faixas etárias mais jovens, de 40 a 49 anos, e até 20 anos, que têm números de adesão mais baixos. Especificamente, 41,8% do grupo entre 18 e 39 anos recebeu as duas doses correspondentes. Em contrapartida, o grupo entre 70 e 79 anos apresenta um avanço da vacinação completa de 94,1%. “Isso se explica, principalmente, porque temos progredido de acordo com o calendário. Mas os retardatários, em geral, estão entre as populações mais jovens”, disse Aillón.

Por sua vez, Lissette Sepúlveda, enfermeira encarregada do posto de vacinação dos ex-escritórios da CMPC de Los Angeles, concordou que a faixa etária de 20 anos não foi vacinada tanto quanto a dos idosos: “O calendário está focado agora para o público de 20 anos e temos poucas pessoas vindo, mas quando foi o turno dos 30, havia muita gente”. No caso de Los Angeles, 137.484 pessoas receberam a primeira dose, enquanto 109.594 já estão com o seu esquema completo.

Felipe Alveal, Subgerente de Assuntos Corporativos das Empresas CMPC, destacou que as renovações não têm prazo definido, já que as instalações estarão disponíveis enquanto o Serviço de Saúde de Biobío precisar. “A CMPC é uma empresa que, embora tenha produtos essenciais à disposição das comunidades, também vai mais longe. Ir além implica um grande compromisso com as necessidades de nossas comunidades, especialmente com a saúde. Sabemos que, para superar essa pandemia, é necessário trabalharmos juntos, gerando alianças, redes, interagindo com nossas comunidades”, afirmou.

Assim, a prorrogação do convênio tem a aprovação dos profissionais de saúde, pois afirmam que os espaços disponibilizados pela CMPC têm sido ótimos para cumprir as funções atribuídas nos últimos três meses. Nesse sentido, Lissette Sepúlveda explicou: “Esse espaço é super bom, porque os boxes são determinados, temos pias fora de cada box, alguns banheiros para o público geral e alguns para os funcionários. Estamos numa época de frio, e aqui não faz tanto frio como em outros locais, porque tem aquecimento”. Nesse mesmo sentido, Raúl Fuentes, administrador municipal de Los Angeles, afirmou: “Nosso papel principal tem sido fortalecer a vacinação. Por isso, conseguimos abrir vários pontos fora do CESFAM (Centro de Saúde Familiar), para que as pessoas possam comparecer e se vacinar”.

A reforma dos postos de vacinação se soma às ações anteriores que a CMPC vem desenvolvendo para ajudar a reduzir os efeitos da pandemia. No ano passado, antes de funcionar como posto de vacinação, foram colocados à disposição do Serviço de Saúde Biobío os antigos escritórios da empresa em Los Angeles, que serviram de hospital de campanha para pacientes de baixa e média intensidade, o que ajudou a descongestionar os centros hospitalares da região que estavam focados no atendimento de casos de coronavírus. Além disso, a empresa, junto com “Desafío Levantemos Chile”, financiou a visita a clínicas móveis nas regiões de Biobío e La Araucanía, para levar doses da vacina a lugares remotos e inacessíveis.