February 17, 2021

Cerca de 15 milhões de pessoas, ou seja, 80% da população do país deve ser vacinada contra a Covid-19 até o final do primeiro semestre deste ano, segundo estimativa do Ministério da Saúde.

Para ajudar o país a alcançar esta meta, Desafio Levantemos Chile e Empresas CMPC colocaram à disposição das autoridades sanitárias das regiões de La Araucanía e Biobío as suas duas clínicas móveis totalmente equipadas, prontas para viajar aos lugares mais distantes a fim de transportar o pessoal de saúde e poder inocular tantas pessoas quanto possível, no menor tempo possível.

O diretor executivo do Desafio Levantemos Chile, Nicolás Birrell, afirmou que “hoje temos um novo desafio: apoiar os Serviços de Saúde no processo de vacinação, especialmente nas áreas rurais onde muitas vezes não se pode chegar. Por isso, em conjunto com a CMPC, disponibilizamos um novo lote de clínicas móveis que, mais uma vez, nos permitirá ser uma contribuição real e concreta nesta segunda fase da pandemia”.

O subgerente de Relações Públicas da CMPC, Ignacio Lira, disse que “através destas clínicas será possível vacinar, principalmente, pessoas com várias doenças de base e que residem principalmente na zona rural”.

Acrescentou que “a nossa convicção e ideologia de convivência e partilha nos levou a gerar uma série de iniciativas para o enfrentamento do coronavírus. No Chile, doamos mais de 3 milhões de máscaras, kits sanitários, apoiamos a sanitização de cidades, disponibilizamos clínicas móveis destinadas a fazer PCR e entrega de medicamentos, além de criar o Programa Arriba Todos Juntos para apoiar os empresários locais”.

Assim como já começou a imunização de idosos, agentes de saúde e trabalhadores de áreas essenciais, a partir desta semana, professores e todo o pessoal vinculado à área de educação também receberão as primeiras doses.

Com este grupo, precisamente, e em cerimônia realizada no estádio da comuna de Lumaco, começaram oficialmente os trabalhos das clínicas móveis que estão totalmente equipadas e que dispõem também de sistema de conexão à Internet para o registro de imunização dos usuários e sua rastreabilidade. Assim, as autoridades poderão ter o registro e adicionar ao relatório nacional o número de pessoas inoculadas.

O prefeito de Lumaco, Javier Painequeo Paillali, indicou que “nossa comuna é uma das maiores da região de La Araucanía, um imenso espaço territorial, portanto, essa clínica vem para facilitar a circulação de nossos profissionais de saúde e aproximá-los aos lugares mais remotos para chegar principalmente aonde nossos adultos mais velhos estão. Por isso, agradeço o apoio da CMPC e do Desafio Levantemos Chile”.

Nesta ocasião, as clínicas móveis apoiarão a campanha de vacinação domiciliar por um período de três meses, até 15 de maio, aplicando, de acordo com o programa, duas doses, que irão gerar imunidade após a segunda aplicação.

Efetivamente, na região do Biobío, o percurso da clínica móvel da comuna de Laja começou na segunda-feira passada e, posteriormente, irá a Huepil, Nacimiento, Yumbel e Mulchén, entre outras.

O diretor do Serviço de Saúde Araucanía Norte, Ernesto Yáñez, agradeceu “Desafio Levantemos Chile e CMPC por esta cooperação gratuita, que nos fornece este veículo mais um motorista para poder chegar às comunas e locais de acesso mais difícil que temos em Lumaco”.

Acrescentou que “na província de Malleco, já temos cerca de 29.000 pessoas vacinadas. Esta clínica móvel vai visitar oito comunas da província, vai ficar cerca de duas semanas em cada comuna, e a operação é que vai transferir as equipes de cuidados primários, vai transferir insumos e vacinas para os setores rurais da província”.

 

Primeiro desafio 

Durante a pandemia, no ano passado, o modelo de clínica móvel da CMPC e Desafio Levantemos Chile permitiu realizar cerca de 8 mil visitas e colher mais de 5 mil amostras de PCR em cinco meses de operação em Biobío, La Araucanía e Puente Alto, na Região Metropolitana.

Uma tarefa titânica, já que percorreram, durante 5 meses, mais de 34 mil quilômetros. Em linha reta, a distância de ida e volta entre o Chile e os Estados Unidos é de 15.788,66 km.

Seu equipamento e conforto tornaram o atendimento domiciliar seguro para funcionários de saúde e usuários, principalmente de comunidades vulneráveis ​​e isoladas.

Hoje, as clínicas móveis iniciam um novo desafio que contribuirá para a meta da campanha nacional de vacinação contra a Covid-19.