July 8, 2022

Nesta terça-feira, 5 de julho, o prédio corporativo de Agustinas, na cidade de Santiago, recebeu a Noah, a cadela da raça labrador que vem trabalhar como cão-guia.

Daniela Acuña, Analista de Avaliação de Projetos Sociais da CMPC, usuária de Noah, explica-nos muito bem que, um cão-guia também é um companheiro para pessoas com deficiência visual e, em conjunto com seu amo, realizam um trabalho colaborativo.

“Noah tem três anos, ela foi treinada como cão-guia e está comigo há um mês. Ela veio para mim porque sou uma pessoa com deficiência visual e ela será minha companheira de vida ajudando-me a evitar obstáculos e caminhar com segurança”, disse Daniela.

Segundo Belén Contreras, Chefe de Diversidade e Inclusão da CMPC, o compromisso de nossa Empresa com o D&I começou em 2020 e temos trabalhado ao longo destes anos para desenvolver essa cultura que respeita e cria espaços seguros e acessíveis para todas as pessoas.

“A sua chegada desafiou-nos a conseguir preparar o espaço para que esse processo seja adequado tanto para Noah e Daniela quanto para toda a equipe com a qual trabalhamos em Agustinas. Tem sido muito interessante ver como as equipes têm recebido esta notícia da melhor forma, com uma visão de apoio e disposição, o que nos mostra que como CMPC estamos realmente abertos a viver a inclusão no amplo sentido da palavra”.

A equipe de D&I tem acompanhado a Daniela ao longo de todo este processo e acreditam que deve ser o pontapé inicial para criar cada vez mais oportunidades para que qualquer talento que queira fazer parte da nossa fibra possa vir a sê-lo.

Daniela Acuña agradeceu o processo de integração que vivenciou na CMPC. “A recepção foi incrível e se mostrou uma verdadeira inclusão. Tem sido um processo de integração muito diferente do que se vê em outras empresas. Tenho tido todo o apoio, o que para mim é super importante”.

“Para mim, era angustiante sair para passear. Quando você percebe que terá uma companheira de vida que vem fornecer o apoio nessa dificuldade, é como respirar aliviado. Gostaria de deixar uma mensagem para todas e todos, que uma deficiência não deve ser uma limitação à nossa capacidade de alcançar todas as nossas metas”, finalizou Daniela.