January 29, 2021

Acordo de colaboração entre o órgão estadual e a empresa também promoverá o trabalho de empreendedores rurais dedicados ao turismo. 

Cerca de 75% da agricultura familiar camponesa é desenvolvida entre as regiões chilenas de Maule e Los Lagos; comprovando que em La Araucania existem mais de 50 mil famílias que trabalham com a pequena agricultura. 

Com o objetivo de promover projetos que contribuam para a melhoria da qualidade de vida e da competitividade dos pequenos agricultores, a Indap Araucania e a CMPC assinaram hoje um acordo de colaboração. 

A diretora regional da Indap, Carolina Meier, e o gerente de Relações Públicas da CMPC, Augusto Robert, assinaram um acordo que se concentrará na promoção de iniciativas agrícolas e de turismo rural realizadas por pequenos agricultores na Região de La Araucania. 

Meier disse que, trabalhar em conjunto com o Estado e empresas fortalece os esforços para gerar maiores impactos no mundo rural. “O objetivo da INDAP é melhorar a qualidade de vida dos nossos usuários, por isso é muito importante realizar ações conjuntas com a CMPC para fortalecer o desenvolvimento produtivo da região e gerar cadeias comerciais. Vamos disponibilizar os programas de desenvolvimento produtivo e crédito de que dispomos, reduzindo ainda mais as lacunas produtivas da Agricultura Familiar Camponesa e gerando cadeias comerciais”, garantiu a autoridade agrícola regional. 

Entretanto, Augusto Roberto agradeceu a oportunidade de contribuir com o mundo rural, onde a empresa também está inserida. Afirmou que “esta colaboração com a Indap para o desenvolvimento da agricultura familiar camponesa fortalece a sua convivência com a silvicultura, tão relevante na área. 

Além disso, disse ele, “vai nos permitir coordenar e direcionar recursos para melhorar e revitalizar as iniciativas no mundo rural. De forma a colaborar com mais eficiência, contribuindo para a competitividade da agricultura familiar camponesa, como já promovemos há vários anos, onde temos exemplos de sucesso de fruticultura, por exemplo, com produtores que já deram o passo para a exportação.” 

Com este acordo, a CMPC e a Indap poderão coordenar e agregar recursos em projetos de pequenos produtores que apoiem ​​uma série de atividades agrícolas e de frutas e vegetais que, junto com a autossuficiência, permitem que produtos frescos sejam entregues aos mercados locais. 

Da mesma forma, abre-se a oportunidade de apoiar iniciativas associadas ao turismo rural, que em La Araucania tiveram uma forte implantação, como evidenciado pelo caso dos 37 empresários associados às Rotas Fluviais de Carahue e Toltén.