November 10, 2022

A competição reuniu centenas de pessoas nos morros de São Carlos de Apoquindo em um evento 100% sustentável. Antes do encontro, para cada participante, a CMPC se comprometeu a plantar uma árvore nativa em diferentes setores da zona centro-sul do país.

Organizado pelo Clube Esportivo da Universidade Católica e a CMPC, o Festival Outdoor CMPC-UC reuniu aos amantes de trail-running e mountain bike na região Metropolitana e seus arredores. No último sábado, foi realizada a primeira edição do evento, para a qual chegaram centenas de famílias e competidores.

Localizado nos cerros de São Carlos de Apoquindo, um dos compromissos dos organizadores do evento foi a realização de um festival 100% sustentável. Por isso, o evento foi zero-waste, já que todo o lixo gerado foi reciclado. Da mesma forma, antes da reunião, a CMPC concordou em plantar um número de árvores nativas igual ao número de participantes do festival. No total, serão 1.200 árvores – de diferentes espécies, incluindo Ruil, Quillay, Hualo e Roble – que serão plantadas na zona centro-sul do Chile, especificamente em Empedrado, Constitución, Temuco e Los Angeles.

Francisco Ruiz-Tagle, gerente geral da CMPC, chegou com sua família para participar do evento esportivo em São Carlos de Apoquindo. “Estou muito feliz por ter participado deste festival. O lugar é impressionante, você sente um contato muito próximo com a natureza já que estamos cercados por morros e as corridas que foram feitas foram por circuitos através dos morros. Destaco também outras novidades que vimos no festival, como o stand onde ouvimos a harmonia da árvore, um projeto que graças à tecnologia nos permite ouvir como a madeira fala; ou a promessa de plantar uma árvore nativa para cada participante do evento. Esperamos repetir esse festival e que cada vez mais pessoas participem”, disse.

Por sua vez, Francisco Urrejola, presidente do Clube Esportivo da Universidade Católica, explicou: “Esta é uma iniciativa fantástica porque tem vários propósitos. Primeiro, para mostrar à comunidade os morros, o nosso morro, que tem um potencial extraordinário para praticar esportes, se divertir e usá-lo como instrumento de fortalecimento físico. A segunda é porque estamos em um plano de sustentabilidade com a CMPC que nos permite mostrar ao mundo que uma atividade esportiva massiva pode ser feita cuidando dos nossos resíduos e do nosso lixo. E o terceiro propósito é dar vida à nossa cidade, a Santiago, através do esporte.”

Esta foi a primeira edição do Festival Outdoor da CMPC-UC, que contou com trilhas de 3, 5, 10, 21 e 42 quilômetros para Trail running. Por outro lado, no MTB, havia circuitos familiares de 2 quilômetros, 27 quilômetros intermediários e 36 quilômetros avançados. Como curiosidade, os participantes dessas categorias tiveram uma marcação biodegradável, sendo o primeiro evento esportivo em que esse tipo de identificação é utilizado.

Além disso, uma vez que a corrida acabou, os competidores e seus companheiros puderam desfrutar de um espaço familiar com música ao vivo, gastronomia e um bar de bebidas entre vários stands. Nesse espaço, havia uma área de hidratação para os participantes, que também receberam cuidados físicos após a competição.

O evento contou ainda com a presença de uma delegação do sul do país composta por 24 pessoas, 10 das quais competiram em MTB e 14 em Trail-running. Sendero Los Volcanes de Curacautín, Clube de Mountanbike Angol e Zorcat de Angol e Aventura de Temuco, foram os clubes dos quais os competidores faziam parte.

Além disso, uma das novidades do festival foi a atração “Harmonia da árvore”, projeto da CMPC que resgata os sons da floresta com tecnologia de ponta. Assim, os participantes puderam ouvir as diferentes melodias que nascem das veias de diferentes troncos graças ao uso de fotocaptores.