July 11, 2022

Escrever em espanhol ou em mapudungun sobre a vida, a memória e a história da região usando, no máximo, 100 palavras. Esse é o convite do concurso de contos “Biobío em 100 palavras”, que abriu sua XI edição com uma atividade realizada na Plaza Tribunales de Concepción, à qual compareceu muita gente. Centenas de pessoas foram fotografadas pelas lentes de Claudio Quiroz e Guilherme Salgado.

O concurso, que se consolidou como um espaço de expressão aberto a toda a comunidade, vem sendo apresentado desde 2012 por nós em conjunto com a Fundación Plagio, com o apoio da Universidad de Concepción.

“Nós, da Fundación Plagio estamos muito felizes e na expectativa de apresentar esta nova edição do Biobío em 100 Palavras, um valioso espaço de encontro, participação, criatividade e diálogo, indispensável para o contexto que estamos vivendo”, afirma Soledad Camponovo, Coordenadora Geral da Fundación Plagio.

Como participar do concurso? Cada participante poderá enviar até 5 contos, escritos em espanhol e mapudungun, através do site do concurso a partir desta quinta-feira, 7 de julho, até o dia 14 de outubro. Entre os contos recebidos serão concedidos oito prêmios, os quais podem variar desde uma biblioteca de literatura chilena contemporânea até $ 1.000.000 para o conto vencedor do Primeiro Lugar. Além disso, será premiada a escola da região que enviar mais contos para o concurso.

Por outro lado, os oito vencedores, juntamente com outros contos, serão publicados em um livro com os 100 melhores contos do “Biobío em 100 palavras”, que será distribuído gratuitamente na próxima edição.

“Nós da CMPC temos o orgulho de apresentar mais uma vez o Biobío em 100 Palavras, um concurso único e altamente valorizado por toda a comunidade, que incentiva o hábito de escrever e de ler em pessoas de todas as idades. Acreditamos que por meio de projetos como esse podemos causar impacto na comunidade fornecendo ferramentas e espaços para o seu desenvolvimento”, comenta Felipe Alveal, Subgerente de Assuntos Corporativos da CMPC.

O jurado desta edição será integrado pelos escritores Luis Barrales e Alejandra Costamagna, e Noelia Carrasco, doutora em Antropologia Social e Cultural pela Universidade Autônoma de Barcelona e acadêmica da Universidade de Concepción.

 

Próximas atividades e distribuição de livros

Sob o lema “Escrever também é mobilizar, transformar, mudar, transitar, percorrer”, ​​a XI versão do “Biobío em 100 Palavras” traz oficinas e atividades presenciais e gratuitas para todas as idades.

Neste sábado, 9 de julho, às 11h, será realizada uma oficina de redação na Casa Pewen, localizada nas encostas do Cerro Caracol (Veteranos do 79 n° 430, Parque Equador). Além disso, durante a atividade, serão distribuídos livros com os 100 melhores contos da última edição do concurso. Para participar, basta enviar um e-mail para info@en100palabras.cl.

Por outro lado, na quinta-feira, 14 de julho, às 11h, no Centro Cultural Municipal de Hualpén, os autores que aparecem no livro com os 100 melhores contos do concurso conversarão com a poetisa Miriam Leiva, compartilhando experiências sobre como escrever contos. Nesse mesmo dia, mas às 17h30 junto ao Museu Histórico de Penco, também haverá uma atividade, na qual a comunidade local poderá fazer um passeio pela historia do município, inspirar-se nela e depois poderão participar de uma oficina de escrita criativa de microcontos.

Para incentivar a participação da comunidade, serão distribuídos gratuitamente 20 mil livros com os 100 melhores contos da última edição do concurso. A partir desta quinta-feira os livros poderão ser retirados na Pinacoteca de Concepción (enquanto durar o estoque). Além disso, em Los Angeles, também a partir desta quinta-feira, 7 de julho, haverá entrega de livros na Corporación Cultural Municipal de Los Angeles (Lautaro 463, Los Angeles). Enquanto durar o estoque.

 

Ciclo de encontros “Escrever também é…”

Por outro lado, durante esta edição, haverá um ciclo gratuito de encontros presenciais “Escrever também é…”, que reunirá escritores nacionais e locais para conversar com os participantes sobre seus processos criativos, fornecendo ferramentas para escrever seus contos. Entre os confirmados estão a escritora e jornalista Alejandra Costamagna e o artista visual, cineasta e acadêmico da Universidade de Concepción, Francisco Huichaqueo. Esses encontros serão realizados durante os meses de agosto e setembro.

“Queremos que toda a comunidade da região do Biobío participe deste concurso, mas acima de tudo fazemos um chamado especial aos nossos estudantes, que é uma comunidade ávida por participar deste tipo de eventos de expressão cidadã”, comenta Rodrigo Piracés, Diretor de Extensão e Pinacoteca da Universidade de Concepción.

Para saber sobre as próximas atividades, distribuição de livros e oficinas na região, acesse o site, Instagram e Facebook do concurso.