July 9, 2021

O encontro “Inovação de Políticas de Desenvolvimento”, organizado por Icare e transmitido por Emol TV, contou com a participação de um painel composto pelo especialista da divisão de competitividade e inovação do Banco Ibero-americano de Desenvolvimento, José Miguel Benavente; a diretora do centro de investigação Inria Chile, Nayat Sánchez; o acadêmico e investigador da PUC, Alexis Kalergis; e a gerente da CMPC Ventures, Bernardita Araya. 

Os convidados conversaram sobre os desafios para incorporar a inovação ao desenvolvimento do país, que, hoje mais que nunca, requer encontrar novos caminhos de desenvolvimento e acelerar os que já existem. A participação de Araya trouxe para a conversa o ponto de vista empresarial do desenvolvimento através da inovação. Ela compartilhou o que atualmente está sendo desenvolvido na gerência de CMPC Ventures. 

Araya começou sua participação esclarecendo que um aprendizado importante que a pandemia deixou é que a mudança é inevitável, mas não afeta a todos da mesma forma. “Quem está preparado pode não só sobreviver às mudanças, mas também ter sucesso no processo. É por isso que hoje vemos que ser os protagonistas dessas transformações é mais importante do que nunca. Mas não basta apenas ser parte da mudança, mas também das soluções”, explicou.

Neste sentido, afirmou que hoje a sociedade enfrenta grandes desafios, como as mudanças climáticas, o que torna essencial caminhar para uma economia mais sustentável por meio da inovação. A gerente da CMPC Ventures exemplificou que, pelo posicionamento da empresa e com o enorme potencial que ela possui, sabem que devem trabalhar para a sofisticação de sua matriz produtiva e fortalecer o ecossistema de biossoluções que podem oferecer. 

“É importante entender que a companhia tem instalado um processo de inovação muito potente e robusto. Não se trata de improvisar. Este fortalecimento da inovação já leva vários anos e não foi apenas uma resposta à pandemia ou a algum desafio pontual, mas sim desenvolvido de forma agrupada, coordenada, onde todos na empresa participam com esse objetivo”, sinalizou. 

Araya disse que, na CMPC Ventures, eles pretendem catalisar a inovação e o desenvolvimento dentro e fora da empresa. Em primeiro lugar, porque sabem que há talentos inovadores fora da CMPC que, com o apoio da empresa, podem captar a criação de novas empresas de base científica e tecnológica que compartilhem interesses e objetivos com a empresa. Mas dentro da empresa é muito importante catalisar a inovação também, pois a Ventures pode diversificar os espaços tecnológicos nos quais a CMPC ainda não tem participação.

Nesse sentido, Araya explica que: “Na CMPC Ventures, como o nome já diz, partimos da CMPC, desse ecossistema interno da empresa, articulando e ligando todas essas necessidades. Tudo isso está interligado ao nosso propósito, que é contribuir para o bem-estar das pessoas, com soluções mais sustentáveis ​​e renováveis ​​”.

Segundo a gerente, hoje mais do que nunca é preciso estar atento e reconhecer qualquer oportunidade inovadora que tenha uma ligação com o negócio atual e, sobretudo, com o ecossistema da empresa, para sermos protagonistas das soluções exigidas pelas mudanças na sociedade.