December 16, 2022

No próximo ano, os alunos de Angol, Nacimiento, Coronel e Temuco incorporarão os conteúdos deste programa em suas aulas, tanto na sala de aula quanto no terreno.

Este ano, cerca de 800 alunos que estudam entre a terceira e a sexta séries do bairro de Temuco puderam participar de alguns testes da Escuela del Bosque da CMPC, um projeto que busca que as crianças aprendam com a floresta na floresta e em sua sala de aula, fornecendo ferramentas para que possam entender o que é uma floresta sua importância e o papel que desempenham no seu futuro.

Este novo programa, desenvolvido pela Fundação CMPC, entrou em vigor em setembro passado e foi desenvolvido em colaboração com duas organizações internacionais: Oregon Forest Resource Institute (OFRI) e Forest Education Foundation (FEF), dos Estados Unidos e da Austrália, respectivamente.

Com a experiência já adquirida em 6 escolas da área, o administrador da prefeitura de Temuco, Mauricio Cruz e a diretora executiva da Fundação CMPC, Carolina Andueza, assinaram um acordo de colaboração entre ambas as instituições, que permitirá continuar com a implementação do programa em mais 20 escolas municipais do bairro ao longo do próximo ano.

“É fundamental para nós destacar e levar esse sistema de aprendizagem da sala de aula para as florestas. Esse acordo nos fortalece porque Temuco está sendo uma cidade muito inclusiva e preocupada com o meio ambiente”, disse Mauricio Cruz, administrador da prefeitura de Temuco, que participou representando o prefeito Roberto Neira Aburto.

A diretora executiva da Fundação CMPC, Carolina Andueza, disse que “através deste programa conseguimos combinar os nossos conhecimentos de educação com o valor da floresta e da natureza. Com este acordo vamos crescer nas escolas da prefeitura de Temuco e em outros bairros porque acreditamos neste aprendizado das crianças com a natureza, para que elas aprendam e amem suas florestas”.

Os objetivos que o programa busca cumprir são gerar experiências ativas de aprendizagem alinhadas ao currículo nacional; explorar e compreender o papel que as florestas desempenham nas nossas vidas e no nosso país; e apoiar os professores e as escolas na abordagem do conteúdo curricular relacionado com a floresta.

Os professores das escolas que participaram da Escuela del Bosque também comentaram sua experiência durante a cerimônia de assinatura. “É um projeto que além de ter aulas interativas, deixa as crianças encantadas, o que dificilmente conseguimos como professores (…) mas esse projeto sim”, disse Marcela Valderrama, professora da Escola Pedro de Valdivia, durante a cerimônia em Temuco.

Para garantir que os alunos possam aprender, a Escuela del Bosque CMPC ocupa uma metodologia ativa onde a aprendizagem é baseada na observação, exploração e organização. Isso ajuda a melhorar o desempenho acadêmico geral, aumentar a autoestima dos alunos e estimular o envolvimento da comunidade, entre outros fatores. 

Sebastián Escudero, um estudante da Escola Llaima em Temuco, disse que “a coisa mais engraçada foi quando fomos ao Parque Pumalal, foi lindo ver os passarinhos. Os professores são super legais, e sinto que aprendemos mais em terreno, porque temos mais ar e o ambiente é melhor.” 

Para Antonia Gajardo, também aluna da Escola Llaima, em Temuco, “seria muito chato, como se diz coloquialmente, que não pudéssemos ter essa oportunidade tão divertida quanto essa de poder ir à floresta e aprender”. 

A Escuela del Bosque não só será desenvolvida no próximo ano em Temuco, mas também será levada a outros bairros: Nacimiento, Angol e Coronel, com isso cerca de 8.000 estudantes de 38 estabelecimentos poderão participar da experiência educacional. 

“A floresta é um espaço de aprendizagem e educação. Queríamos demonstrar isso, para que os professores pudessem experimentá-lo e ousar levar seus alunos para a floresta e aprender não só com o teórico, mas também com o prático”, disse Maite Artiagoitia, diretora de educação e natureza da Fundação CMPC.

Para acompanhar as atividades que a Escuela del Bosque realiza, siga as redes sociais da Fundação CMPC e visite o seu site www.fundacioncmpc.cl.