February 3, 2021

Do hospital de Lebu, serão distribuídos a todos os centros e redes de saúde primária da província de Arauco, no sul do Chile. A CMPC disponibilizou para as autoridades o seu helicóptero Bell 412 do programa de incêndios florestais para distribuir as vacinas.

Desde o aeroporto Carriel Sur, em Concepción, foram transportadas 20 mil doses da vacina Sinovac para a província de Arauco, que está sendo usada no Chile para combater a propagação da Covid-19. A coordenação logística ficou a cargo do Grupo CMPC, que disponibilizou um dos seus helicópteros – o Bell 412 do programa de prevenção de incêndios florestais – para transportar rapidamente a carga. 

“Estamos transportando 20 mil doses de vacinas Sinovac para a província de Arauco em um helicóptero cedido pela CMPC para distribuí-las o mais rápido possível. Agradecemos o apoio que o setor privado está nos dando em uma batalha que é de todos contra a Covid-19”, disse Patricio Kuhn, prefeito da região de Biobío. 

O translado dessas doses foram lideradas pelo prefeito da região de Biobío, que junto com Héctor Muñoz, Seremi de Saúde do Biobío, chegou ao centro de coleta e distribuição da Província de Arauco. 

Das 20 mil doses levadas ao Hospital Santa Isabel de Lebu, 12 mil serão distribuídas na rede de saúde da família (Cesfam) e em todos os hospitais da província de Arauco, incluindo o Cesfam do município de Tirúa. 

O governador da Província de Arauco, Óscar Muñoz, comentou que “este é um longo processo, é uma grande batalha e agradecemos ao governo e, em particular, hoje a CMPC que nos apoiou com o translado para termos uma maior presteza na entrega das vacinas e a partir de amanhã começar com a implantação territorial para atingir todos os cantos da nossa província de Arauco, onde também existe um alto percentual de ruralidade”. 

Assim, a chegada dessas doses permitirá o início da vacinação em massa contra a COVID-19, que começa nesta quarta-feira, 3 de fevereiro, com a administração para o pessoal da saúde, alunos em estágio em clínicas, idosos, ao Sename, residências e funcionários de saúde e moradores dos estabelecimentos de longa permanência para idosos (ELEAM). 

Por fim, o subgerente de Projetos Especiais da CMPC, Cristian Puga, disse que “hoje nos somamos ao trabalho que vem sendo feito pelo setor público na entrega das vacinas. O nosso objetivo é transportar as vacinas que hoje chegam à província de Arauco no menor tempo possível. Esse atendimento foi realizado de acordo com todos os protocolos de saúde e com os equipamentos necessários para chegar nos prazos estabelecidos”.