June 25, 2021

“Nós, mulheres, sempre queremos aprender, estamos sempre buscando maneiras de melhorar. Graças ao programa, eu aprendi muito sobre redes sociais, que era algo que eu não tinha ideia e que me ajuda bastante, inclusive para vender, ainda mais considerando que o mês passado, em toda a região, estávamos em quarentena. Além disso, o programa foi como uma injeção para seguir adiante, porque fomos bem afetados com a situação da pandemia e é preciso seguir pagando todas as contas”, destaca Mirtha Huachacona Hinojosa, dona de um bazar, de uma loja de embalagens e brinquedos da comuna de Laja. 

Mirtha Huachacona, junto com outros 85 empresários, participou em 2020 do programa “Reactiva Tu Pyme” promovido pela CMPC e UdeC (Universidade de Concepción), e que foi realizado por meio de palestras de profissionais da UdeC e outras instituições do ecossistema de inovação regional. O programa, durante cinco meses, ensinou sobre competências, metodologias e conteúdos relacionados à inovação, empreendedorismo, liderança, marketing digital, e-commerce e formas de pagamento; além de modelos de negócios; workshop jurídico-financeiro e elaboração do pitch ou story que permite apresentar o empreendimento. 

“Foi através da CMPC que recebi o convite para participar do programa. Foi interessante porque nos deram dicas para podermos oferecer nossos serviços, através do pitch, que é uma coisa que eu sempre fiz, mas sem saber que chamava assim. Sempre tentei aproveitar as oportunidades”, diz Nelly Hita Macaya, empresária Collipulli e dona de uma cafeteria que presta serviços de alimentação dentro da fábrica que a empresa florestal mantém naquele município da Região de La Araucanía. 

Por sua vez, Gisella Valdebenito Cea, presidenta da Câmara do Comércio de Laja e dona de uma loja de ferragens há mais de 35 anos, explica que “Como empreendedores, começamos nisso, mas não nos preparamos para ser comerciantes e agora a vida exige que aprendamos coisas novas. A CMPC nos deu muitas oportunidades. Por exemplo, agora eles nos convidaram para participar de uma conferência de negócios, o que é muito importante para nós, porque significa que somos fornecedores da CMPC ”.

“Foi um ótimo programa de treinamento. As pessoas estavam muito motivadas e participaram, porque, embora as reuniões fossem à tarde, elas eram muito motivadoras. As palestras e as experiências dos palestrantes chegaram a cada um dos empresários. Foi um grande apoio e um curso que teve um número de participantes extraordinário”, destaca Dora Oróstica, comerciante do mesmo município e vice-presidente da Câmara local.

Reativar as economias locais e ajudar as PMEs afetadas pela pandemia do coronavírus foram os motivos que levaram à criação do programa “Reactiva Tu Pyme” no ano passado, realizado pela CMPC e pela UdeC. Fruto dos bons resultados e da motivação dos participantes, este ano será lançada a sua segunda versão. Assim, os moradores das comunas de Laja, Nacimiento, Mulchén, Los Ángeles e Villa Mininco (Collipulli) que se interessarem em participar, poderão se inscrever pelo e-mail reactivatupyme@udec.cl, até quarta-feira, 14 de julho.

Reativação da economia local

No âmbito de um convênio de colaboração institucional entre a Universidade de Concepción e as Empresas CMPC, foi criado o programa “Reactiva Tu Pyme”, iniciativa da Incuba UdeC. “A pandemia do coronavírus também afetou a operação do negócio liderado por pequenos empresários. Devido a isso, surgiu a ideia de apoiar esses negócios. Foi assim que, em conjunto com a incubadora de empresas UdeC, criamos um programa de apoio a esse público, no qual participaram no ano passado mais de 80 empresários; e este ano, com a aceitação do programa, estamos lançando a segunda versão, porque sabemos que as PMEs promovem a economia familiar e local ”, afirmou Felipe Alveal, Diretor Adjunto de Assuntos Corporativos da CMPC.

Dos 86 participantes do programa em 2020, 65 eram mulheres, o que representa 76% do total convocado. Entretanto, entre os 68 formandos, 51 eram mulheres (75%). “Estamos muito felizes com os resultados da primeira versão do programa, que conseguiu apoiar as pequenas empresas a ultrapassar os obstáculos que surgiram ao longo do caminho, especialmente no atual cenário de emergência sanitária e as medidas exigidas pela pandemia COVID-19, que têm tornado o desenvolvimento deste tipo de atividades ainda mais complexo. Além disso, estamos muito satisfeitos com a elevada presença de mulheres à frente destes negócios”, afirma Beatriz Millán, Diretora Executiva da IncubaUdeC.

O programa em 2020 beneficiou quase 100 empresas nas comunas de Laja e Nacimiento, na região de Biobío; e Villa Mininco em Collipulli, região de La Araucanía. Neste 2021, será estendido às comunas de Mulchén e Los Angeles, todas regiões do Chile.