Relacionamento Comunitário

Nós nos relacionamos honesta e diretamente com a diversidade sociocultural das pessoas que habitam os diferentes entornos nos quais operamos. Cada negócio e filial, bem como também a Fundação CMPC, contam com políticas, programas, projetos e atividades, segundo cada necessidade detectada.

Definimos como comunidade local as pessoas, agrupações, dirigentes, autoridades e representantes do âmbito político-territorial e funcional, do mesmo modo, as organizações, corporações e empresas que se relacionam ou têm interesse de relação com a Companhia e/ou que são potencialmente impactadas por suas operações, as que têm especificidades e dependem do território onde se desenvolvem as diversas operações da CMPC, sejam estas florestais, industriais ou logísticas.

Na CMPC Celulose: temos um modelo de trabalho baseado no reconhecimento dos impactos da atividade silvícola e industrial, e a gestão de controversas; nossas operações são realizadas com consulta prévia e acordo com as comunidades vizinhas das nossas plantações, gerindo os compromissos adquiridos com elas, através de levantamentos participativos onde são as comunidades quem prioriza suas necessidades em temáticas econômicas, ambientais e de segurança. Nestes levantamentos, a prevenção de incêndios emergiu como um assunto prioritário.

Algumas das ações de vinculação entre as operações e a comunidade são:

  • Reuniões periódicas com organizações sociais.
  • Entrega de informação sobre as operações florestais e industriais à comunidade.
  • Reuniões com autoridades públicas locais.
  • Programas e oficinas realizados com vizinhos e com a comunidade em geral.
  • Abertura das plantas a visitas, onde são sanadas as dúvidas da população e o processo produtivo é apresentado.
  • Palestras meio ambientais, que contribuem para uma conscientização local deste âmbito.
  • Consulta no transcurso dos trabalhos florestais.

Todas estas ações estão inscritas dentro de um Plano de Relacionamento Comunitário, o qual consta nas seguintes etapas:

1. Diagnóstico 2. Investimento social 3. Monitoramento e Avaliação
Processo associativo definido pela CMPC e a comunidade para vincular-se, com o objetivo de resolver controvérsias, contribuir para o desenvolvimento e gerar crescimento local Identificação de oportunidades de trabalho conjunto, pontos críticos derivados da interação (ou não) entre a empresa, a comunidade e a autoridade local e/ou nacional Definição de métricas para a avaliação social dos projetos, facilitando a tomada de decisões futuras

Comunidades urbanas e rurais no Chile

Vizinhos diretos Organizações comunitárias Comunidades mapuches Comunas Regiões
195 mil 1.450 380 103 7

Comunidades urbanas no Brasil

Vizinhos diretos em Guaíba
20 mil

Comunidades rurais no Brasil

Organizações Comunitárias Habitantes Municípios Comunidades guaranis e quilombolas Habitantes Municípios
246 15.809 39 37 1.253 12
A Companhia conta com uma Política de Vinculação com Comunidades Originárias dentro de seu Plano Social, que tem por objetivo expressar o absoluto respeito à etnia, tradições e opções de desenvolvimento de diversas culturas.

Ativos de produção com relacionamento comunitário ativo

Chile Brasil Consolidado
Ativos com consulta sobre o total de ativos em produção % Ativos com consulta sobre o total de ativos em produção % %
2018 433/541 80 s/i s/i 80
2019* 497/595 83,5 115/909 12,6% 40,6
*Durante 2019 não houve projetos de desenvolvimento ou expansão florestal, a Companhia se concentrou em sua área produtiva existente onde todas as comunidades vizinhas foram identificadas e consultadas, e com as quais, tiveram um vínculo ativo de acordo com o caso.

Fundação CMPC: contribui para a educação e a cultura de estudantes das localidades, mediante a instalação de capacidades em atores locais e a geração de alianças de longo prazo. Com 58 profissionais, a Fundação trabalha desde o ano 2000 para realizar seus programas nas áreas de educação e cultura em 4 regiões deste país, com presença em 14 comunas e chegando a impactar em 52 estabelecimentos educacionais.

Beneficiários totais

2018 2019
Programas Capacitação Docente, Criando e Crescendo, Hippy 8,9 mil meninos e meninas 6,8 mil meninos e meninas
Parque Alessandri em Coronel e Museu Artequín em Los Ángeles 195 mil visitantes 160 mil visitantes

Beneficiários de programas e cobertura de localidades

2018 2019
Meninos e meninas Localidades Meninos e meninas Localidades
Acompanhamento em escolas 8.012 11  5.407 9
Criando e Crescendo 1.100 4 1.172 5
Incentivo Literário 7.448 9

Beneficiários HIPPY Chile

  2016 2017 2018 2019
Famílias 37 1
Localidades 22 8